Eventos


Chá Beneficente

É um evento sócio-cultural que acontece todo ano, geralmente na última quarta-feira do mês de maio. Este encontro tem como objetivo reunir membros da sociedade, espíritas e não espíritas, em torno de uma programação lítero musical, onde são servidos deliciosos chás e tortas variadas, e são feitos sorteios de brindes. A primorosa organização, esmerada decoração ambiente e o clima de fraternidade são características do evento. Toda a renda obtida com o Chá Beneficente é revertida para as obras assistenciais do CEAK.


Exposição do Ateliê

Neste evento são expostos os trabalhos elaborados pelos instrutores, monitores e alunos dos cursos profisisonalizantes para venda e apreciação dos frequentadores da casa. O produto da venda é reinvestido em matéria-prima utilizada na manutenção do projeto.


Campanha Auta de Souza (Kilo)

A campanha é realizada durante todo ano, no terceiro sábado de cada mês. Com a finalidade de exercitar a solidariedade, são arrecadados gêneros alimentícios de primeira necessidade junto à sociedade. Os itens arrecadados integrarão as cestas básicas repassadas à famílias cadastradas.


Feira do Livro Espírita

A feira, já tradicional na cidade, ocorre duas vezes ao ano, geralmente nos meses de abril e outubro. O objetivo deste evento é a divulgação da Doutrina Espírita, o incentivo ao hábito da leitura, do estudo doutrinário, o favorecimento da aquisição de livros Espíritas por preços reduzidos, além de trazer imensurável benefício àqueles que através desses livros encontram esclarecimentos, respostas e consolação.


Aniversário do CEAK

O aniversário do centro é festejado com sessão solene, em homenagem a data de fundação do Centro Espírita Allan Kardec, ocorrido em 4 de junho de 1950.


   

Dia do Livro Espírita e do Espírita

No dia 18 de abril de 1857 foi lançado O Livro dos Espíritos, em homenagem a este dia é comemorado o dia do Livro Espírita, e também o Dia do Espírita. Este dia foi instituído no estado de Minas Gerais, pelo então deputado Ambrósio Pinto, através da lei 12.757, de 08 de janeiro de 1998. O projeto de autoria da lei foi solicitado pelo presidente do CEAK à epoca, Gilson Alves de Lima.

A Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec, surgiu com a publicação de "O Livro dos Espíritos", em 18 de abril de 1857. Em seu tríplice aspecto filosófico, científico e religioso, a Doutrina Espírita oferece ao homem uma fé raciocinada, renovando-lhes os sentimentos e as idéias, preparando-o para a vida harmoniosa, abrindo-lhe novos horizontes, educando-o para a vida e a fraternidade universal, segundo os ensinamentos do Evangelho de Jesus. Para o espírita, cada dia é nova oportunidade de renovação no caminho e, no sábio conceito do Espírito Emmanuel "cada dia é um desafio sereno da natureza, constrangendo-nos docemente à procura do amor, sabedoria, paz e elevação". Os espíritas prestam assistência social de grande relevância neste Estado, em todos os municípios, e tal iniciativa visa a homenagear aqueles que, por suas ações altruístas, levam conforto espiritual a todos os que necessitam. Nada mais justo que acolher esta iniciativa, a exemplo do Estado de São Paulo, que instituiu o Dia do Espírita, por meio da Lei nº 9.141, de 21/12/96, abraçando o dia 18 de abril, que melhor traduz a instituição dessa doutrina. [dep. Ambrósio Pinto, publicado no "Minas Gerais" de 09/01/98]

Mês de Kardec

Este é um acontecimento histórico comemorado com sessão solene, no mês de outubro, em homenagem ao nascimento do codificador da Doutrina Espírita Professor Hippolyte Léon Denizard Rivail - Allan Kardec, ocorrido em Lion, França, em 03 de outubro de 1804.


Seminário Sul Mineiro de Ciência e Espiritualidade

“As ciências não fizeram progressos sérios senão depois que os seus estudos se basearam no método experimental; mas, acreditava-se que esse método não poderia ser aplicado senão à matéria ao passo que o é igualmente as coisa metafísicas” (KARDEC, 2005).
Neste século que se inicia finalmente o Mundo científico apresenta como metodologia a transdisciplinaridade na pesquisa científica, como perspectiva epistemológica de aprofundamento do estudo da Espiritualidade. A Espiritualidade concebida como ideal humano, destituída de concepções subjetivas, bem como de qualquer conceituação sectária. Entendida a partir de uma visão plural. Pretendem-se congregar representações de diversas áreas de formação acadêmica, na tentativa de responder à complexidade de alguns quesitos cruciais como: O que se entende como Espiritualidade? Qual o seu objeto, a sua natureza, magnitude, conseqüências sociais e aplicabilidade no campo da Educação, da Saúde e da Tecnologia?